Imagem1.png
  • Tati Barros

Tudo o que você precisa saber sobre o trigo sarraceno



O trigo tradicional é um cereal que todo mundo conhece e, desde sempre, está presente na cozinha do brasileiro, mesmo não sendo a melhor opção para a manutenção da saúde. Mas esse é um tema para outra conversa. O assunto hoje é o trigo sarraceno e seus benefícios. Já ouviu falar dele?

O que é o trigo sarraceno?


Com o nome científico de Fagopyrum esculentum, o trigo sarraceno é uma planta herbácea, também conhecida como trigo mourisco e trata-se de um pseudo-cereal (assim como a quinoa).

O trigo sarraceno é um alimento nutritivo?

Sim! Para se ter uma ideia, 18% da sua composição é de proteínas e o organismo absorve mais de 90% delas. Além disso, é fonte rica em minerais, como manganês, magnésio, zinco, ferro e ácido fólico, vitaminas do complexo B e antioxidantes.

E não é só isso. Vamos te mostrar todos os benefícios que esse alimento promove ao organismo e quais os nutrientes responsáveis por isso.

De que forma o alimento ajuda na digestão?

Como você deve imaginar, esse é um pseudo-cereal rico em fibras insolúveis. E são justamente elas as responsáveis por promover o bom funcionamento do sistema digestivo, uma vez que aceleram o tempo do trânsito dos alimentos no intestino.

E mais: ao ser fermentado, esse trigo ainda fornece probióticos que alimentam o aparelho digestivo e enviam bactérias saudáveis ​​para a flora intestinal.

Pode ser consumido por diabéticos?


Sim. Por ser rico em fibras, o trigo sarraceno possui um baixo índice glicêmico, o que quer dizer que o açúcar é absorvido lentamente no sangue. Só para ter ideia, enquanto IG dele é 50, do arroz comum é 70.


O baixo nível de açúcar no sangue é um ponto importante para a prevenção e controle da diabetes tipo 2.


É benéfico para a saúde do coração?


São vários os nutrientes presentes no trigo sarraceno que promovem a saúde do coração. Um bom exemplo disso é um antioxidante presente em abundância nele, chamado rutina, que tem como função impedir a formação de coágulos no sangue, além de reduzir a inflamação e a pressão sanguínea.


E mais: estudos mostram que, se consumido pelo menos seis vezes por semana por mulheres na menopausa, o alimento ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, uma vez que controla os níveis de colesterol e pressão sanguínea.


O trigo sarraceno é rico em proteínas?


Não apenas contém proteínas, como é mais rico nesse componente que qualquer tipo de arroz, trigo ou milho. Por isso mesmo, é super recomendado para quem não consome carne e produtos de origem animal.


As proteínas são importantes para dar energia ao corpo, além de trabalharem no crescimento e na síntese muscular.


É boa opção para quem deseja emagrecer?


Sim. Como se sabe, as fibras prolongam a sensação de saciedade e, com isso, a pessoa come menos. Isso, claro, é importante para o controle do peso. Suas proteínas, como já dissemos, ainda ajudam na construção de massa muscular magra.


O trigo sarraceno contém glúten?


Mais uma boa notícia que você estava esperando: esse é um alimento livre de glúten! Por isso, é uma das melhores opções para substituir grãos que possuem essa proteína, como é o caso do trigo, da cevada e do centeio.


Portanto, se você precisa ou deseja cortar o glúten da sua dieta, pode ficar tranquilo e consumir o trigo sarraceno. Inclusive, usamos a sua farinha na produção dos produtos da Santa Pausa, viu?


De quais outras formas posso consumir o trigo sarraceno?


Esse é um alimento super versátil, em forma de farinha, pode ser usado na preparação de receitas, como bolo, panquecas e pães.


Já em forma de grão, pode ser bom acompanhamento para saladas, frutas, molhos e, até mesmo, substituir o arroz em algumas preparações.



39 visualizações0 comentário