Imagem1.png
  • Tati Barros

Respiração consciente: comece a praticar e sinta seus benefícios


Se perguntarmos se você sabe respirar, certamente, vai achar uma pergunta óbvia. Afinal de contas, esse é um ato essencial na nossa existência e que fazemos de forma automática. No entanto, esta última parte é, justamente, a questão central. Você já ouviu falar na respiração consciente?


Por que praticar a respiração consciente


Afinal de contas, do que se trata isso? Nada mais é do que, como o próprio nome já sugere, criar uma consciência sobre a própria respiração, prestando atenção no ato de inspirar e expirar.


Você já deve ter percebido que, quando está ansioso ou estressado, sua respiração fica muito mais rápida e curta. Por outro lado, uma respiração lenta, longa e tranquila, é sinônimo de harmonia e bem-estar.


Pode acreditar: um gesto tão simples pode conferir diversos benefícios para o corpo e a mente. E não precisa ser um Budah da meditação para isso, viu? Longe disso! Essa prática pode e deve ser inserida na rotina, a qualquer hora ou lugar.


Os benefícios da respiração consciente


Entender a própria respiração e conhecer o seu ritmo é também um ato de autoconhecimento. E os benefícios sentidos são vários, como:


  • Diminuição da velocidade do batimento cardíaco

  • Relaxamento corporal

  • Redução do estresse

  • Sensação de tranquilidade

  • Controle da pressão arterial

  • Aumento do foco e da concentração

  • Alívio do estresse e ansiedade

  • Sensação de equilíbrio

  • Melhora na qualidade do sono.


Como praticar?


Como já adiantamos, a respiração consciente não é, necessariamente, meditar. Para começar, inspire e expire de forma lenta e bem profunda, respirando sempre pelo nariz. Tente repetir por, pelo menos, um minuto, sempre soltando os ombros e relaxando o corpo. Se preferir, fique de olhos fechados para ajudar ainda mais a sua concentração.


À medida que for se sentindo mais confortável com essa prática, procure fazer a mesma coisa com o abdômen expandido, mantendo a parte superior do tórax imóvel.


E atenção: não adianta fazer esse exercício apenas uma vez e já querer sentir todos os benefícios citados. É fundamental inserir esse tipo de respiração na sua rotina, nem que seja apenas uma vez por dia.


Que tal começar a tentar fazer a respiração consciente? Não deixe de nos contar o que achou e se o seu corpo e emoção sentiram todas essas mudanças positivas.




27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo